jusbrasil.com.br
18 de Dezembro de 2018

Contrato de Honorários entre amigos e parentes é necessário?

Porque você pode acabar ficando sem um amigo, sem um parente.

Eduardo Pedro Gonçalves, Advogado
há 5 meses

  Você está no churrasco da família. Chega ali o seu primo e diz "Olha, meu nome tá sujo e eu nem tenho culpa, eu fiz acordo, paguei, mesmo assim mandaram meu nome pro SERASA". Você já pensa logo numa ação com liminar, numa indenização pelos danos sofridos, e diz ao seu primo: "Olha, é assim e assim, eu cobro tanto na entrada e mais X porcento no final, pode ser?" "Ahh, tô sem grana, pode ser tudo no final ? Você aumenta o X porcento do final!" . É seu primo, você pondera, e diz "Ok, vamos fazer" corre até o carro, pega aquelas procurações à preencher e seu primo assina. O resto das informações e fotos dos pagamentos ele te passa durante a semana por Whatsapp.

  Legal! Você peticiona, vai às audiências, o tempo passa, você ganha a indenização da demanda e vai tratar com seu primo: "Combinamos X porcento lembra?", ele diz: "Ah mas, eu nem ia te chamar, ia resolver no ´Tribunal de pequenas causas´, mas quis te ajudar". Você insiste, diz que até abriu mão da entrada, ele não lembra? "Ahh faz tempo, tava meio bêbado aquele dia, mas não lembro não".

  E agora? Você está sem contrato porque ele é seu primo lembra?

  Vai aceitar menos do que se fosse um cliente comum? Vai brigar com o primo? De um jeito ou de outro as relações ficarão abaladas. Seja de sua parte, que recebeu menos, seja da parte do seu primo, que foi cobrado em algo que "não lembra".

  Primo, nesse caso, é metáfora, pois pode ser seu tio, sua cunhada, avô, sobrinho, melhor amigo de infância, filha da vizinha, etc.. Você entendeu.

  Como resolver isso? Fácil!! Tenha uma versão simplificada do seu contrato de serviços (1 folha resolve) e na hora de assinar a procuração, já trate com ele/ela sobre o que vocês combinaram (que você vai escrever ali naquela folhinha). Assim, a "amnésia" vai embora e vocês podem até rir na hora que você mostrar que ele assinou, por exemplo, 40% da demanda. Ele pode dizer "Nossa estava bebaço!! Mas tá certo, eu assinei". Em geral as pessoas não tendem a discutir com suas próprias assinaturas.

  Lembre-se sempre da curva bem-humorada da propositura de ações:

  Você cuida dos direitos dos outros, mas quem cuida do seu direito? Se você não souber cuidar, ninguém vai.

  Grande abraço! Nos vemos na próxima!

  Paciência e Força Sempre!



7 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Na hora do sufoco o advogado é Deus, mas na hora de receber pelos honorários é o Capeta.
As pessoas devem ter a consciência do nosso tempo e dedicação para o estudo de cada caso.
Parabéns pela publicação! continuar lendo

Com certeza! Só por escrito e olhe lá!!! Grande abraço! continuar lendo

Advoguei para parentes e levei uma representação na OAB, que foi arquivada liminarmente após sérias acusações de apropriação indébita. Estou estudando ingressar com uma queixa-crime ou uma indenizatória, ou então as duas coisas. continuar lendo

Nossa! Fica aqui minha mais profunda indignação. Parentes!! Realmente o mundo está precisando de um "tapa na bunda". Grande abraço. continuar lendo

EU já ando com o meu contrato dentro de minha pasta . Se surgir alguma demanda, sendo conhecido ou não, peço gentilmente para formalizar um contrato. continuar lendo

Muito bem! Ando sempre com um "kit": procuração, contrato, declaração de hipossuficiência. Nunca se sabe ;) continuar lendo

verdade! continuar lendo